Recentemente fiz uma aula de needle painting com a Ana Wasen na Mi Capullo. Foi uma experiência completamente nova para mim. Eu nunca tinha pegado em um bastidor de bordado na vida! Já estava bem afim de aprender a bordar, e acho que ter começado com essa técnica mais livre foi muito bom antes de aprender os pontos clássicos.

O nome needle painting deixa claro o objetivo da técnica de “pintar” com a agulha, ou seja, fazer um bordado com aspecto mais realista e que pareça uma pintura. Para conseguir esse resultado não existem regras nem avesso perfeito. Por esse motivo, a Ana chama esse tipo de bordado de “libertário”. Já as meninas do Clube do Bordado chamam de “ponto caos”.

avesso do bordado
Avesso nada perfeito.

 

Se você quiser ver exemplos maravilhosos de needle paintings, confira o instagram da Emillie Ferris, da Chloe Giordano e da Hiroko Kubota. É tanta perfeição que mal dá para acreditar que são imagens bordadas!

Apesar da técnica ser livre, existem algumas dicas de ouro para conseguir esse aspecto realista. Já que o objetivo é “pintar com a agulha”, conhecer um pouco sobre técnicas de desenho e pintura ajuda muito. Na aula que fiz, a Ana explicou direitinho como aplicar essas técnicas no bordado, então super recomendo para quem está interessado em experimentar o needle painting.

Resumidamente, o segredo é a combinação dos vários tons da mesma cor que criam um jogo de luz e sombra, e dão a impressão de tridimensionalidade. Além disso, o direcionamento e comprimento dos pontos funcionam do mesmo jeito que pinceladas, dando textura às superfícies.

Fiz a minha primeira tentativa de needle painting com essa borboleta. Em vez de uma foto, usei uma ilustração antiga (no estilo daquelas figuras de enciclopédia) que encontrei através do Pinterest. A partir dessa imagem, fiz o risco no Adobe Illustrator com os contornos de cada área de cor. Acredito que cor original desse tipo de borboleta seja azul, mas como na ilustração estava meio esverdeada, resolvi usar tons de verde mesmo. Usei meadas da DMC em 9 cores diferentes: 5 tons de verde (524, 966, 993, 992, 3814), 2 marrons (3864 e 3862), off-white (3865) e preto.

work in progress
Work in progress…

Para uma primeira experiência, fiquei bem satisfeita, não somente com o resultado mas também com o processo. O que você achou? Sugestões? Críticas? Deixe sua opinião nos comentários!

Deixe seu comentário