As bolas de Natal em tricô jacquard são uma criação dos designers noruegueses Arne & Carlos. Em norueguês, essas bolas são chamadas Julekuler (Jul = Natal, kuler = esferas). Em 2011, eles lançaram o livro 55 Christmas Balls to Knit, com uma coleção de diferentes desenhos em jacquard.

A partir da ideia deles, fiz algumas modificações, desenhei as padronagens em jacquard e criei minhas próprias julekuler. Se você também quiser fazer, a receita é grátis! Você pode baixar o pdf com a explicação básica de como fazer a bola e os gráficos para a parte colorida em jacquard.

Modelos de julekuler em tricô jacquard.
Modelos de julekuler em tricô jacquard.

 

Antes de tricotar suas julekuler, aqui vão algumas dicas e explicações úteis para esse projeto:

  • Ao invés de “rechear” o tricô com fibra, como os criadores sugerem, usei uma bolinha de isopor com 7 cm de diâmetro. Fiz essa escolha porque às vezes é difícil deixar as julekuler bem redondinhas com a fibra, mas com o isopor elas ficam bem certinhas e não deformam. Então, minha receita está toda adaptada para que a bolinha de isopor caiba dentro do tricô.
  • É importante ir experimentando o tricô na bolinha porque a tensão da malha varia muito de pessoa para pessoa. Se essa é uma ideia nova para você, meu post sobre amostras explica o motivo dessas variações.
  • Você pode usar a lã ou linha que você achar melhor, e adaptar o tamanho da agulha e o número de pontos da receita. Mas tenha em mente que se você quiser seguir os gráficos do jacquard você vai precisar do mesmo número de pontos que eu usei (4 x 16 = 64 pontos). Eu usei a linha Amigurumi, da Círculo, porque foi a única que eu encontrei com vários tons de rosa (100% algodão). Mas recomendo usar lã, se você puder.
Linha Amigurumi da Círculo
Linha Amigurumi da Círculo.

 

  • Originalmente, as julekuler são tricotadas com agulhas de ponta dupla (DPNs), mas se você se sentir mais confortável, pode usar agulhas circulares mais longas para fazer o laço mágico (magic loop). Espero escrever um post em breve ensinando essa técnica. Talvez fique um pouco difícil fazer as diminuições com a bolinha de isopor dentro, mas se você estiver usando enchimento de fibra, não terá problemas. Eu gosto de combinar as duas técnicas. Começo com o laço mágico, pois acho mais fácil quando tenho poucos pontos na agulha, e depois passo para as agulhas de ponta dupla quando começa a parte em jacquard.   
  • Outra dica importante é usar agulhas maiores para tricotar a parte em jacquard, pois é natural que a malha colorida fique mais apertada, já que os fios que passam por trás seguram a sua elasticidade. Eu usei agulhas 2,75 mm para as partes em cores sólidas e 3,5 mm para as partes em jacquard.
  • Se você não tem experiência com tricô jacquard, esse não é um bom projeto para começar, pois as agulhas de ponta dupla já são um fator dificultador dessa receita. Se você quiser saber mais sobre tricô jacquard, leia o meu post com 6 dicas para tricotar jacquard.
  • Por favor, me avise se você encontrar algum erro na receita.

Agora que você já está preparado(a), baixe o pdf para começar a tricotar suas julekuler!

Deixe seu comentário